Capa_Luto_Parental_medio

Apostila “Luto Parental – ser pais e não ter filhos”

R$30,00

Material didático produzido por NEAPSI: Núcleo de Estudos, Assistência e Pesquisa à Saúde Integrada

O luto parental desafia a vaidade de se perpetuar por meio da descendência. Perde-se a referência de futuro e das possíveis projeções idealizadas nos filhos. Evidencia a fragilidade da vida, assim como a ausência de uma sequência lógica diante da terminalidade. A morte do filho gera mudanças em todo o sistema familiar, repercutindo na relação do casal, dos pais com os filhos vivos e entre os irmãos sobreviventes. Há possibilidade da família se desintegrar, mas também de coconstrução de novos arranjos familiares…

Páginas: 16

Autora: Gláucia Rezende Tavares

REF: apostilalutoparental Categoria Etiquetas: , , , , ,

Descrição do produto

SUMÁRIO:

  • Introdução
  • Como sobreviver após a morte de filhos
    • Quatro momentos:
      • Momento 1 – O que é meu é meu e o que é seu também é meu: Necessidade Vital de Posse
      • Momento 2 – O que é meu é meu e o que é seu é seu: Diferenciação – possibilidade de coconstrução de parcerias
      • Momento 3 – O que é meu também é seu e o que é seu também é meu: Reciprocidade – lapidando ilusões
      • Momento 4 – O que é meu é seu e o que é seu é seu: Transcendência – posse de si
    • Composição dos quatro momentos:
      • O que é meu é meu e o que ée seu também é meu
      • O que é meu é meu e o que é seu é seu
      • O que é meu também é seu e o que é seu também é meu
      • O que é meu é seu e o que é seu é seu
  • Convívio com a Energia Espiritual
  • Trabalho de Luto: reencontro com a vida, temperado com gratidão
  • Luto: Presença Internalizada
  • Luto: Aprender a Viver com a Ausência do Outro
  • Do conserto ao ConCerto
  • Da Saudade à Sapude
  • Do Luto à Luta
    • Pedaço de Mim (Chico Buarque de Holanda)
  • Referências

Informação adicional

Peso 0.3 kg
Dimensões 21 x 30 x 1 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Apostila “Luto Parental – ser pais e não ter filhos””

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *